Translate this Page
  • Currently 2.74/5

Rating: 2.7/5 (446 votos)




ONLINE
3




Partilhe esta Página



 <!-- Go to www.addthis.com/dashboard to customize your tools -->
<script type="text/javascript" src="//s7.addthis.com/js/300/addthis_widget.js#pubid=ra-57f3fb36829d1888"></script>

 

 

  contadores de visitas 

 

Flag Counter


JOSUÉ O ENCONTRO COM DEUS (6)
JOSUÉ O ENCONTRO COM DEUS (6)

 

O ENCONTRO COM DEUS CAP.5 SUBSIDIO N.6

LIÇÃO JOVENS 

MAURICIO BERWALD ESCRITOR PROFESSOR

 

 

INTRODUÇÃO

Os cananeus estavam desanimados na passagem dos filhos de Israel pelo Jordão, Josué 5: 1 ; Josué é ordenado a circuncidar o povo de Israel que não foi circuncidado, Josué 5: 2 ; a fim de comerem a páscoa, que agora deveria ser guardada, Josué 5:10 ; e agora, sendo fornecidos suficientes grãos de milho, o maná cessou, Josué 5:11 ; e apareceu a Josué uma Pessoa divina, em forma humana, para encorajá-lo e orientá-lo no que fazer na conquista da terra, e particularmente Jericó, Josué 5:13 .

 

Verso 1

E aconteceu que, quando todos os reis dos amorreus, que estavam do lado do Jordão para o oeste , .... ... do lado agora os israelitas estavam; e isto é observado, para distingui-los dos outros reis dos amorreus além do Jordão, no lado oriental, que já foram conquistados pelos israelitas, Siom e Og, que parecem ser uma colônia que passou dos amorreus em Canaã, e possuíam-se daquela parte da terra de Moabe. Estes parecem ser colocados para várias outras nações da terra não mencionadas, que sem dúvida estavam tão desanimadas quanto elas; e eles são os bastante mencionados, porque eram uma nação principal e muito poderosa e guerreira, veja Amós 2: 9 .

 

e todos os reis dos cananeus que estavam junto ao mar ; o mar Mediterrâneo; a versão da Septuaginta os chama de reis da Fenícia; e o que era estritamente e propriedade, ficava naquela costa, onde estavam as cidades de Tiro e Sidom, embora toda a terra de Canaã fosse às vezes assim chamada; a menos que isso seja entendido, seja do mar morto ou do mar da Galiléia; dos quais cananeus, veja Números 13:29 ; no entanto, sejam eles um ou outro, ou ambos, como provavelmente, quando

 

soube que o Senhor secara as águas do Jordão de diante dos filhos de Israel, até que passássemos, que o coração deles derreteu ,

 

nem havia mais espírito neles, por causa dos filhos de Israel ; eles perderam toda a coragem e nunca mais a recuperaram; concluindo que tudo acabou com eles, uma vez que coisas maravilhosas foram feitas por eles pelo Senhor: a palavra "nós" mostra que o escritor dessa história foi aquele que passou sobre o Jordão, e quem pode ser suposto senão o próprio Josué? acho que essa circunstância corrobora fortemente essa opinião.

 

Verso 2

Naquele momento, o Senhor disse a Josué : ... Quando o povo passou o Jordão e acampou em Gilgal, Josué colocou as pedras ali; e particularmente quando o pavor deles tomou os habitantes de Canaã e os privou de toda a sua coragem; e assim foi um momento oportuno para a execução do que será ordenado a seguir, e parece designado na providência de Deus, entre outras coisas, particularmente para isso:

 

faça facas afiadas ; não que Josué devia fazê-los ele mesmo, mas ordenar que fossem feitos; pois seria desejável um número considerável deles: o Targum os chama de navalhas afiadas; e Ben Gersom diz que eles eram feitos de latão, mais provavelmente de ferro ou aço, o que talvez ele queira dizer; mas o texto hebraico é "facas de pedras", "pederneiras" ou "pedras"; e assim MaimonidesF16 interpreta as palavras e, como são renderizadas em várias versõesF17; com tal instrumento, Zípora circuncidou seu filho; e como eles eram o "samia testa"F18, com o qual os sacerdotes da mãe dos deuses foram castrados; e o "saxum acutum" de OvídioF19; e assim os americanos usavam para matar animais, e os egípciosF20na dissecação de seus cadáveres; e que os talmudistas permitem como legítimo; e no leste os judeus até hoje usam facas de pedra na circuncisãoF21; Veja Gill em Êxodo 4:25 .

 

e circuncidar novamente os filhos de Israel pela segunda vez; não que a circuncisão devesse ser repetida naqueles que já haviam sido circuncidados, que haviam descoberto maneiras e meios de atrair o prepúcio novamente, como alguns fizeram em tempos posteriores; ou que haviam sido imperfeitamente circuncidados de acordo com o ritual prescrito por Abraão, que alguns escritores judeus dizem que não era perfeito; nenhum dos quais foi o caso. Kimchi e, assim, Ben Melech, interpretam a palavra "muitas vezes", frequentemente, uma vez após a outra; como se tivesse sentido, Josué deveria circuncidá-los, ou tomar cuidado para que fossem circuncidados, alguns de uma vez, e outros de outra, até que o todo estivesse terminado; mas não é isso que se refere, refere-se a uma antiga circuncisão geral; não para a circuncisão, como administrada pela primeira vez no tempo de Abraão, pois havia uma multiplicidade de instâncias desde aquele tempo; mas à circuncisão dos israelitas, aproximadamente, ou rapidamente, depois de saírem do Egito; antes de comerem a primeira páscoa, na noite em que saíram do Egito, como JarchiF23; ou melhor, algum tempo na escuridão dos três dias dos egípcios, como o Dr. LightfootF24acha; ou então, quando estavam no Sinai, pouco antes da celebração da páscoa lá, Números 9: 1; a partir de qual momento fora negligenciado; não causar desnecessário, enquanto estavam no deserto, para distingui-los dos outros, o que não era o principal, pelo menos não o único uso dele; nem porque proibiu os israelitas por sua desobediência, murmúrios e rebelião, não sendo provável que Deus proibisse a observância de um comando seu por esse motivo; nem tanto por negligência criminal, pelo menos por desprezo, como por causa de sua jornada frequente e pelo inconveniente de realizá-la, sendo sempre incerto quando montaram suas barracas, quanto tempo devem permanecer e quando devem removê-las, já que isso dependia da absorção da nuvem; portanto, a menos que eles pudessem ter certeza de uma continuidade por um tempo adequado, não era seguro administrá-la; e agora foi ordenado,Êxodo 12:43 ; e em parte porque agora haviam entrado na terra de Canaã, que lhes foi dada no pacto da circuncisão, Gênesis 17: 8 ; portanto, tornou-se agora observá-lo, e como típico da circuncisão espiritual, necessário para os cananeus celestes, bem como distingui-los dos cananeus incircuncisos que estavam entrando; e eles não se consideravam obrigados a observá-lo até que se estabelecessem naquela terra, como alguns pensam, que por este meio explicam sua longa negligência.

 

Verso 3

E Josué fez facas afiadas, e circuncidou os filhos de Israel , ... Não que Josué os circuncidou, assim como não fez as facas, mas ordenou que ambos fossem feitos, e cuidou de que fossem feitos. E como qualquer um que tivesse habilidade poderia fazer as facas, também poderia circuncidar; a circuncisão não era restrita a nenhuma ordem de homens, nem aos sacerdotes e levitas, mas alguém poderia executá-la; de modo que, embora o número a ser circuncidado fosse grande, ele poderia em breve estar concluído: e isso foi feito

 

na colina dos prepúcios ; como o local mais tarde foi chamado a partir dali; amontoados uns sobre os outros, formaram uma colina, como dizem os judeusF25, sendo coberto de poeira. Essa circuncisão realizada por Josué, ou por suas ordens, era típica da circuncisão espiritual sem mãos, da qual participam aqueles que acreditam em Jesus, o antítipo de Josué.

 

Verso 4

E esta é a causa pela qual Josué circuncidou , .... Ou a razão da ordem que lhe foi dada para circuncidar os filhos de Israel neste momento, a saber, o que se segue:

 

todas as pessoas que saíram do Egito , que eram do sexo masculino, mesmo todos os homens de guerra ; ou seja, com vinte anos ou mais:

 

morreu no deserto, a propósito, depois que eles saíram do Egito ; não diretamente, mas em um curso de quarenta anos, enquanto viajavam pelo deserto; isso deve ser entendido com exceção de Josué, Caleb, Eleazar, etc. mas havia um grande número com menos de vinte anos que saiu do Egito e agora vivia.

 

Verso 5

Ora, todo o povo que saiu foi circuncidado . ... Todos os que saíram do Egito e homens foram circuncidados, com idade inferior ou superior a vinte anos; porque, embora seja possível que todos tenham sido circuncidados antes de saírem do Egito, o que favorece a opinião do Dr. Lightfoot, que eles possam ser circuncidados durante as três noites de escuridão dos egípcios, quando não podem tirar proveito disso, como Levi e Simeão fez dos siquémitas; e o que parece mais provável do que deveria ser na noite em que eles saíram do Egito, quando muitos devem ter sido impróprios para viajar, e parece preferível ao de terem sido circuncidados no Monte Sinai, que foi um ano depois de saírem do Egito. Egito:

 

mas todas as pessoas que foram nascidos no deserto, pelo caminho, como eles saíram do Egito, eles não tinham circuncidado ; as razões das quais negligência; Veja Gill em Josué 5: 2 . A frase, "a propósito", parece apontar para a verdadeira razão disso, pelo menos para apoiar a razão que foi dada, que foi por conta de sua jornada; isto é, a permanência em qualquer local é incerta e precária; então os judeus dizemF26, por causa da aflição ou dificuldade de viajar, os israelitas não circuncidaram seus filhos. Isso deve ser entendido de todos os homens nascidos apenas no deserto, sendo apenas sujeitos da circuncisão.

 

Verso 6

Pois os filhos de Israel andaram quarenta anos no deserto . ... Querendo alguns dias, o número redondo é dado: não quarenta e dois, como a versão da Septuaginta:

 

até todo o povo que era homem de guerra que saiu do Egito ,

 

foram consumidos ; todos os que tinham mais de vinte anos de idade, exceto Josué e Calebe:

 

porque eles não obedeceram à voz do Senhor ; mas murmurou contra ele, e contra seus servos, e particularmente contra Arão, sendo o sumo sacerdote; e principalmente por causa do relato dos espiões e seus murmúrios, que tanto irritaram o Senhor contra eles, que ele os ameaçou com um consumo inteiro de suas carcaças, e que, de acordo com isso, foi cumprido, ao qual a seguinte cláusula se refere:

 

a quem o Senhor jurou, para que não lhes mostrasse a terra que o Senhor jurou a seus pais que ele nos daria, uma terra que corre com leite e mel ; veja Números 14:23 .

 

Versículo 7

E os filhos que ele levantou em seu lugar, Josué circuncidou ... Quem lhes nasceu no deserto e os sucedeu, alguns dos quais podem ter quase quarenta anos de idade; quanto aos que nasceram antes, dos quais muitos agora podem viver, já haviam sido circuncidados, mas outros não:

 

pois foram circuncidados, porque não os haviam circuncidado pelo caminho ; ou enquanto viajava os quarenta anos no deserto; que, como observado anteriormente, parece ser a verdadeira razão da omissão da circuncisão.

 

Verso 8

E aconteceu que, depois de terem circuncidado todo o povo , .... O que parece ter sido feito em um dia, no mesmo dia em que passaram pelo Jordão e vieram a Gilgal; embora o bispo UsherF1acha que foi no dia seguinte; e assim os judeusF2 digamos que foi no décimo primeiro de Nisan:

 

que habitassem em seus lugares no arraial até que estivessem inteiros ; até que a ferida feita pela circuncisão fosse curada; agora, como no décimo dia eles passaram pelo Jordão e chegaram a Gilgal, onde foram circuncidados, houve três dias inteiros entre esse e o décimo quarto, quando celebraram a páscoa; durante esse período, mantiveram-se em suas tendas no acampamento, incapazes de se mudar dali, pois no terceiro dia de circuncisão estavam geralmente doloridos, Gênesis 34:25; mas estando bem no quarto, puderam participar da páscoa. Como a providência de Deus apareceu grandemente a favor de Israel, causando um pavor sobre seus inimigos, para que eles não durassem fora da cidade e os atacassem; por isso, mostrou grande fé em Josué e nos israelitas para administrar a circuncisão naquele momento, exatamente como eles foram desembarcados no país de um inimigo; e quando as águas do Jordão voltaram, e não havia mais volta, e se pudessem, como não estavam em condições de lutar, para não fugir.

 

Verso 9

E o Senhor disse a Josué : .... Fora do tabernáculo:

 

Hoje tirei de ti a opróbria do Egito ; ou a reprovação de serem reconhecidos como a mesma religião que os egípcios, agora observando o comando do Senhor e, assim, declarando-se seus servos e adoradores, que Ben Gersom menciona; ou então, a reprovação com que os egípcios os censuravam, de que foram trazidos deles para o deserto pelo mal, para serem destruídos lá, e agora estavam em segurança na terra de Canaã; qual tenso ele parece aprovar, e então Abarbinel: ou melhor, significa que é a reprovação de serem escravos e escravos, como estavam no Egito, tendo agora entrado em sua herança, eles como homens livres, filhos de Abraão, Isaque e Jacó eram herdeiros de; e talvez tenha sido esse sentido da frase que levou JosefoF3 para dar uma interpretação errada da palavra "Gilgal", que ele diz significa "liberdade": e acrescenta: "porque, depois de passarem pelo rio, sabiam que estavam livres dos egípcios e de problemas no deserto; 'embora o O sentido mais comumente recebido é que essa censura deve ser entendida pela incircuncisão, que era a censura dos egípcios; eles não usavam a circuncisão depois, quando algumas das nações que a usavam, que descendiam de Abraão, como os midianitas, ismaelitas, árabes e edomitas:

 

pelo que se chama Gilgal até o dia de hoje ; o que significa "rolando"F4; de modo que, quando encontrado antes, é chamado pela antecipação.

 

Verso 10

E os filhos de Israel acamparam em Gilgal , ... Não depois da circuncisão, mas antes, e onde continuaram acampados durante isso, e até que a páscoa os guardasse; isso era pouco mais de uma milha de Jericó; veja Gill em Josué 4:19 ,

 

e manteve a páscoa no décimo quarto dia do mês à tarde ; exatamente como foi ordenado para ser observado, e foi observado quando mantido pela primeira vez, Êxodo 12: 6 ,

 

nas planícies de Jericó : um lugar apropriado tanto para o acampamento quanto para a celebração da páscoa, e onde é muito provável que encontrassem cordeiros suficientes para o seu propósito, que pertenciam aos habitantes de Jericó; ou, no entanto, estando agora entrando na boa terra, eles não precisavam e não tinham a tentação de poupar a sua: os historiadores concordam, comoF5, JosephusF6, e outros, que Jericó estava sentado em uma planície.

 

Verso 11

E eles comeram o milho velho da terra , .... O do ano passado, como algumas versõesF7, que concordam com os nossos; em que eles parecem seguir os escritores judeus, que, particularmente Kimchi, Gersom e Ben Melech, o interpretam do milho velho, por esse motivo, porque eles não podem comer do novo até que o feixe de ondas seja oferecido, Levítico 23:10; dos quais milho velho eles supõem que os bolos sem fermento foram feitos, e também foi milho ressecado, embora essa palavra a versão da Septuaginta traduza "novo"; e, de fato, não fosse a lei acima, não parece haver razão para produzir milho velho, apenas milho da terra, como faz a Septuaginta; e há alguma dificuldade em como eles devem chegar ao milho velho, que se supõe ter sido depositado nos celeiros, quando Jericó estava bem fechado, e ninguém entrava ou saía; a não ser que o encontrassem em algumas das aldeias próximas, ou se lhes trouxessem milho pelos comerciantes de quem o compraram, ou o encontrassem em algumas casas e celeiros fora da cidade:

 

no dia seguinte à páscoa ; que Kimchi e Ben Gersom dizem que era no dia quinze de Nisan, sendo a páscoa no décimo quarto; mas se o dia seguinte à páscoa for o mesmo com o dia seguinte ao sábado, Levítico 23:11 ; esse foi o décimo sexto de Nisan; e assim Jarchi diz aqui, este é o dia de agitar o maço, o que sempre foi feito no dia dezesseis: é difícil dizer qual dia é para ser; se fosse o décimo sexto, pode se referir ao que comeram naquele dia, depois que o feixe foi oferecidoF8; se fosse o décimo quinto, parece necessário entendê-lo do milho velho; e assim eles devem ter que fazer os bolos sem fermento, tanto para a páscoa no dia décimo quarto, como para o Chagigah, ou festa de pão sem fermento, que começou no dia quinze, como segue:

 

pão sem fermento e milho ressequido no mesmo dia ; pães ázimos, para os usos mencionados acima, eles eram obrigados a fazer e secavam o milho por prazer; mas o milho novo, como a Septuaginta o expressa, era expressamente proibido antes da ondulação do feixe, Levítico 23:14 ; e, portanto, o milho velho parece estar destinado; isso aconteceu a apenas quarenta anos a um dia da saída do Egito.

 

Verso 12

E o maná cessou no dia seguinte, depois de comerem o milho velho da terra , ... Não havendo mais necessidade dele; milagres não são realizados ou continuados quando desnecessários; pois o cessar do maná mostra que não era uma provisão comum, mas extraordinária. A cessação do maná, que era um tipo de Cristo, pode significar a cessação das ordenanças do Evangelho, nas quais Cristo é apresentado como alimento para o seu povo. Estes devem continuar até que todo o Israel espiritual de Deus tenha passado sobre o rio Jordão, ou morte, até o fim do mundo, e depois cessar, Mateus 28:19.; o consumo do milho velho pode significar as glórias do estado futuro, as alegrias e a felicidade de Canaã celestial, preparado para aqueles que amam o Senhor desde a fundação do mundo; pode denotar aquelas coisas antigas que os santos alimentarão e viverão por toda a eternidade; o amor eterno das três Pessoas divinas, elegendo a graça, os antigos assentamentos da graça, a aliança eterna da graça e as bênçãos dela; o glorioso Mediador, que foi estabelecido desde a eternidade, e a graça que lhes foi dada antes do mundo começar:

 

nem os filhos de Israel maná mais ; não tendo mais necessidade disso, pois os santos no céu não precisarão mais das ordenanças do evangelho:

 

mas eles comeram do fruto da terra de Canaã naquele ano ; o aumento da terra, não apenas dos campos, mas também das vinhas e oliveiras que eles não semearam nem plantaram, ver Deuteronômio 6:10 ; que pode denotar a abundância e variedade das alegrias do céu e das glórias do estado futuro; os vários frutos que crescem em Cristo, a árvore da vida, produzidos todos os meses ou continuamente; tudo o que será desfrutado pela graça gratuita de Deus, sem as obras ou méritos dos homens.

 

Verso 13

E aconteceu que quando Josué estava em Jericó , .... Ou "em Jericó"F9; não na própria cidade, mas na sua fronteira, como Kimchi e Ben Melech; ou do lado dele, como Jarchi; de um lado do qual ele estava reconhecendo sozinho, muito provavelmente procurando um lugar apropriado para fazer seu primeiro ataque; ou se ele pudesse encontrar alguma avenida para a cidade, onde pudesse entrar com mais facilidade; ou pode ser que ele estivesse meditando sobre um esquema de como subjugar a cidade; e é muito provável que orando a Deus que ele o direcione e o suceda. Ben Gersom interpreta, seus pensamentos estavam em Jericó; e ele e Abarbinel supõem que o que se segue foi uma visão profética, que lhe parecia que ele estava em Jericó e viu uma pessoa, como descrito acima, e que era apenas um sonho ou visão noturna; mas, sem dúvida, se era de dia ou de noite, o que não é certo, era uma visão real que Josué tinha,

 

que ele levantou os olhos e olhou ; seus olhos antes olhavam para baixo, como costumam fazer os olhos de uma pessoa em profundo estudo e meditação:

 

e eis que havia um homem contra ele ; não um mero homem, nem um anjo criado em forma humana, mas uma Pessoa divina em tal forma, mesmo o Filho de Deus, que freqüentemente aparecia dessa maneira aos patriarcas; como está claro na adoração que lhe foi paga por Josué, chamando-o de Senhor e possuindo-se como seu servo; e pelo terreno em que ele estava, sendo santo por sua presença, bem como por seu título, o capitão do exército do Senhor. Jarchi diz, este é Michael, que, se entendido de Michael, o anjo não criado, a cabeça de todo principado e poder, está certo, que sempre é significado por Michael, sempre que é mencionado nas Escrituras; e isso é interpretado pelos judeus antigosF11 do anjo redentor:

 

com a espada na mão ; quem, às vezes, diz ter um de dois gumes saindo de sua boca, e às vezes um cingido em sua coxa, e aqui com um tirado da bainha, para justificar a guerra com os cananeus e incentivar Josué a prosseguir nela. Sua espada foi lançada contra seus inimigos e os de seu povo desde o princípio, desde a queda do homem, quando a inimizade começou entre ele e a semente da serpente; apareceu atraído quando aqui na terra, combatendo com todos os nossos inimigos espirituais, e nunca será colocado até que todos os inimigos sejam colocados sob seus pés:

 

e Josué foi a ele ; que mostrou grande coragem, presença de espírito e magnanimidade:

 

e disse-lhe: és tu por nós ou pelos nossos adversários ? aparecendo nessa postura bélica, ele concluiu que era para tomar um lado ou outro, do lado de Israel ou dos cananeus; e ele parecia suspeitar que estava do lado dos últimos, e que ele era aquele que veio desafiar os exércitos de Israel, como fez Golias depois, 1 Samuel 17: 8 ; e se envolver em um único combate com Josué, seu general, e assim decidir a guerra; Nesse caso, Joshua estava pronto para lutar com ele.

 

Verso 14

E ele disse: não ... Não foi para o lado nem para os adversários deles, como Josué suspeitou à primeira vista dele; a versão da Septuaginta é ", ele disse a ele", tomando לא por לו , como às vezes é:

 

mas como capitão do exército do Senhor eu estou agora ; do exército do Senhor, tanto no céu como na terra, anjos e homens, e particularmente do povo de Israel, chamaram os exércitos e o exército do Senhor, Êxodo 7: 4 ; de modo que, embora Josué fosse geral, Cristo era Generalíssimo; e assim Josué o entendeu e, portanto, mostrou-se disposto a fazer o que quisesse; o Israel espiritual de Deus, a igreja, está em um estado militante e tem muitos inimigos para combater o pecado, Satanás, o mundo e os falsos mestres; Cristo é seu líder e comandante, o capitão de sua salvação e tem todas as qualificações ou sabedoria necessárias, coragem e força para esse cargo; ver Isaías 55: 4 ,

 

e Josué caiu de cara na terra ; em reverência a essa Pessoa divina e ilustre, a quem ele percebia ser o que era:

 

e fez adoração ; deu-lhe adoração e adoração religiosa, que, se ele fosse um anjo criado, ele não teria dado a ele, nem aquele teria recebido, Apocalipse 19:10 ,

 

e disse-lhe: o que diz meu Senhor a seu servo ? isto é, que comandos ele teve que lançar sobre ele e ele estava pronto para executá-los? ele estava disposto a estar sujeito a ele como o principal general das forças israelitas, a se considerar e a se comportar como um oficial sob ele, e a obedecer a todas as ordens que deveriam ser dadas.

 

Verso 15

E o capitão do exército do Senhor disse a Josué : ... Como prova e prova de sua obediência a ele:

 

solte o sapato do pé ; que deve ser entendido literalmente, como quando Moisés foi ordenado em Horebe, Êxodo 3: 5 ; embora alguns o interpretem figurativamente; como Abarbinel, "retira de ti tais pensamentos que tomarás esta cidade com força:"

 

porque o lugar em que estás é santo ; por causa da presença desta Pessoa, e enquanto ele estivesse lá, embora depois fosse como outro lugar; o comentarista judeu, mencionado pela última vez, acha que isso sugere que a cidade, e tudo nela (e tudo ao seu redor), deve ser "cherem", devotada e, portanto, santa ao Senhor:

 

e Josué fez isso ; soltou o sapato do pé, em obediência ao capitão do exército do Senhor, dando assim prova de sua prontidão, disposição e entusiasmo para servir sob ele.(J. GIL, COMENT. DO AT)

FONTE http://www.mauricioberwald.com/