Translate this Page
  • Currently 2.56/5

Rating: 2.6/5 (263 votos)




ONLINE
3




Partilhe esta Página



 <!-- Go to www.addthis.com/dashboard to customize your tools -->
<script type="text/javascript" src="//s7.addthis.com/js/300/addthis_widget.js#pubid=ra-57f3fb36829d1888"></script>

 

 

  contadores de visitas 

 

Flag Counter


PEDRO E LIVRE DA PRISÃO SUBSIDIO
PEDRO E LIVRE DA PRISÃO SUBSIDIO

MAURICIO BERWALD PROFESSOR  SUBSIDIO PARA AS AULAS DOS PROFESSORES LIÇÃO JOVENS

Comentário Matthew Henry

PEDRO E LIVRE DA PRISÃO

Atos 12

Neste capítulo, temos a história, I. Do martírio de Tiago, o apóstolo, e a prisão de Pedro por Herodes Agripa, que agora reinava como rei na Judéia, Atos 12: 1-4 Atos 12: 1-4Atos 12: 6-19 Atos 12: 20-23 Atos 12:24 , 25 . II. A libertação milagrosa de Pedro fora da prisão pelo ministério de um anjo, em resposta às orações da igreja para ele, Atos 12: 6-19 . III O corte de Herodes no auge de seu orgulho pelo golpe de um anjo, o ministro da justiça de Deus ( Atos 12: 20-23 ) e isso foi feito enquanto Barnabé e Saulo estavam em Jerusalém, sob a incumbência de que a igreja de Antioquia os enviou, para levar sua caridade e, portanto, no final, temos um relato de seu retorno a Antioquia, Atos 12: 24,25 .

 

Versos 1-4

O martírio de aprisionamento de James Peter.

1Now sobre esse tempo o rei Herodes estendeu as suas mãos para os maltratar alguns da igreja. 2 E matou a Tiago, irmão de João, com a espada. 3 E porque ele viu que agradou aos judeus, ele prosseguiu ainda mais para levar Pedro também. (Eram então os dias dos pães ázimos.) 4 E, havendo-o prendido, ele colocou -o na prisão, entregando -o a quatro grupos de quatro soldados para mantê-lo pretendendo depois da Páscoa para apresentá-lo ao povo.

 

Desde a conversão de Paulo, não ouvimos mais o arbítrio dos sacerdotes em perseguir os santos em Jerusalém, talvez a maravilhosa mudança operada sobre ele, e o desapontamento que isso deu ao desígnio deles sobre os cristãos em Damasco, os tenha tranquilizado um pouco. e os trouxe sob o controle do conselho de Gamaliel - para deixar aqueles homens sozinhos,e ver qual seria a questão, mas aqui a tempestade surge de outro ponto. O poder civil, não agora, como de costume (para qualquer coisa que apareça) instigado pelos eclesiásticos, age por si mesmo na perseguição. Mas Herodes, embora originalmente de uma família edomita, parece ter sido um prosélito da religião judaica, pois Josefo diz que era zeloso pelos ritos mosaicos, um fanático pelas cerimônias. Ele não era apenas (como Herodes Antipas era) tetrarca da Galiléia, mas tinha também o governo da Judéia comprometido com ele pelo imperador Cláudio, e residia mais em Jerusalém, onde ele estava nessa época. Três coisas que estamos aqui disseram que ele fez--

 

  1. Estendeu as mãos para atormentar certa igreja, Atos 12: 1Atos 12: 1 . Estendendo as mãos para ele, insinua que suas mãos haviam sido amarradas pelas restrições que talvez sua própria consciência o prendesse nesse assunto, mas agora ele as atravessou e estendeu as mãos deliberadamente, e de malícia preponderante. Herodes colocou as mãos sobre alguns da igreja para afligi-los,então alguns leram que ele empregou seus oficiais para prendê-los e levá-los sob custódia, para serem processados. Veja como ele avança gradualmente. 1. Ele começou com alguns dos membros da igreja, alguns dos quais eram de menor importância e figuravam primeiro no pequeno jogo, mas depois voavam para os próprios apóstolos. Seu despeito estava na igreja e, com relação àqueles para os quais ele dava encrenca, não era em qualquer outro relato, mas porque pertenciam à igreja e, portanto, pertenciam a Cristo. 2. Ele começou a atormentá-los apenas, ou afligindo-os, aprisionando-os, multando-os, estragando suas casas e bens, e outras maneiras de molestá-los, mas depois ele passou a casos maiores de crueldade. Os servos sofredores de Cristo são assim treinados por menos problemas para maiores,essa tribulação pode funcionar paciência e experiência de paciência.

 

  1. Ele matou Tiago, o irmão de João com a espada, Atos 12: 2 Atos 12: 2 . Estamos aqui para considerar: 1. Quem foi o mártir: foi Tiago o irmão de João assim chamado para distingui-lo do outro Tiago, irmão de José. Isso foi chamado de Jacobus major - James, o maior que, menor - a menos. Aquele que foi coroado com martírio foi um dos três primeiros discípulos de Cristo, um dos que foram testemunhas de sua transfiguração e agonia, por meio do qual ele estava preparado para o martírio, era um daqueles a quem Cristo chamava Boanerges - Filhos do trovãoMateus 20:23 Hebreus 11:37 Mateus 10:34e talvez por sua poderosa pregação do despertar, ele provocou Herodes, ou aqueles que o cercavam, como João Batista fez com o outro Herodes, e essa foi a ocasião em que ele se meteu nessa confusão. Ele foi um daqueles filhos de Zebedeu que Cristo disse que eles deveriam beber do cálice que ele deveria beber, e ser batizado com o batismo com o qual ele deveria ser batizado, Mateus 20:23 . E agora essas palavras de Cristo foram feitas para ele, mas foi para ele estar sentado à direita de Cristo, pois se sofrermos com ele, reinaremos com ele. Ele foi um dos doze que foram encarregados de discipular todas as naçõese tirá-lo agora, antes que ele se retirasse de Jerusalém, era como Caim matando Abel quando o mundo deveria ser povoado, e um homem era então mais do que muitos em outro tempo. Matar um apóstolo agora estava matando, ele não sabia quantos. Mas por que Deus permitiria isso? Se o sangue de seus santos, muito mais o sangue dos apóstolos, é precioso aos seus olhos e, portanto, podemos ter certeza, não é derramado, mas sobre uma consideração valiosa. Talvez Deus quisesse despertar o restante dos apóstolos para se dispersarem entre as nações e não se aninhar mais em Jerusalém. Ou era para mostrar que, embora os apóstolos fossem designados para plantar o evangelho no mundo,no entanto, se fossem tirados, Deus poderia fazer o seu trabalho sem eles e faria isso. O apóstolo morreu como um mártir, para mostrar ao restante deles o que eles devem esperar, para que possam se preparar adequadamente. A tradição que eles têm na igreja romana, que este Tiago tinha estado antes disso na Espanha, e plantou o evangelho lá, é totalmente infundada, nem há qualquer certeza disso, ou boa autoridade para isso. 2. Que tipo de morte ele sofreu: Ele foi morto com a espada, isto é, sua cabeça foi cortada com uma espada,que foi visto pelos romanos como um modo mais vergonhoso de ser decapitado do que com um machado tão lorino. A decapitação não era comumente usada entre os judeus, mas quando os reis davam ordens verbais para execuções súbitas e privadas, essa forma de morte era usada da maneira mais expedita e provável que esse Herodes tenha matado Tiago, assim como o outro Herodes matou João Batista. na prisão. É estranho que não tenhamos um relato mais completo e particular do martírio desse grande apóstolo, como fizemos com Estêvão. Mas até mesmo essa breve menção da coisa é suficiente para nos informar que os primeiros pregadores do evangelho estavam tão bem assegurados da verdade dela que eles a selaram com seu sangue, e assim nos encorajaram, se em algum momento chamado para isso,para resistir ao sangue também. Os mártires do Antigo Testamento foram mortos com a espada ( Hebreus 11:37 ), e Cristo não veio para enviar a paz, mas uma espada ( Mateus 10:34 ), em preparação para o qual devemos nos armar com a espada do Espírito, qual é a palavra de Deus, e então não precisamos temer o que a espada dos homens pode fazer para nós.

 

III Ele aprisionou Pedro, de quem ele mais tinha ouvido, como fazendo a maior figura entre os apóstolos e a quem, portanto, ele teria orgulho da honra de decolar. Observe aqui: 1. Quando ele decapitou a Tiago, ele prosseguiu, acrescentou, para levar também Pedro. Note, Sangue para os sedentos de sangue, mas torna-os mais assim, e o caminho da perseguição, como de outros pecados, está em declínio quando os homens estão nele, eles não podem facilmente se parar quando estão dentro, eles acham que devem. Factos masculinos factos masculinos tegere ne perpluant - Um ato mal é coberto com outro, de modo que não há passagem através deles.Aqueles que dão um ousado passo pecaminoso dão a Satanás vantagem contra eles para tentá-los a tomar outro, e provocam Deus a deixá-los para si mesmos, para ir de mal a pior. Portanto, é nossa sabedoria prestar atenção aos inícios do pecado. 2. Ele fez isso porque viu que agradou aos judeus. Observe, Os judeus se fizeram culpados do sangue de Tiago, mostrando-se satisfeitos com isso depois, embora não tenham excitado Herodes para isso. Existem acessários ex post facto - depois do fato e aqueles serão considerados como perseguidores que têm prazer na perseguição de outros, que se deleitam em ver bons homens mal usados, e choram, Aha, então nós teríamos isso,ou pelo menos secretamente aprovar isso. Pois perseguidores sangrentos, quando se percebem aplaudidos por aquilo que todo mundo deveria chorar por vergonha, são encorajados a continuar, e têm suas mãos fortalecidas e seus corações endurecidos, e as verificações de suas próprias consciências sufocadas, é Era uma tentação tão forte para eles fazerem o mesmo quanto estava aqui para Herodes, porque ele viu que isso agradava aos judeus. Embora ele não tivesse motivos para temer desagradá-los se não o fizesse, como Pilatos condenava a Cristo, ainda assim ele esperava agradá-los fazendo isso, e assim fazer um interesse entre eles, e fazer reparações por desagradá-los em outra coisa. Note, Aqueles fazem-se uma presa fácil para Satanás, que fazem o seu negócio para agradar os homens. 3. Observe-se o tempo em que Herodes apegou-se a Pedro:Então foram os dias de pão sem fermento. Foi na festa da Páscoa que, quando celebraram o memorial de sua libertação típica, deveriam levá-los à aceitação de seu livramento espiritual em lugar disso, eles, sob o pretexto de zelo pela lei, estavam lutando violentamente contra ela, e, nos dias de pão sem fermento, estavam muito amargurados e amargurados com o velho fermento da malícia e da maldade. Na páscoa, quando os judeus vinham de todas as partes para Jerusalém para celebrar a festa, eles se irritavam uns contra os outros contra os cristãos e o cristianismo, e eram então mais violentos do que em outros tempos. 4. Aqui está um relato da prisão de Pedro ( Atos 12: 4 Atos 12: 4 ): Quando eleAtos 5:18tinha colocado as mãos sobre ele, e, é provável, examinou-o, ele o colocou na prisão, na prisão interior, dizem alguns, na mesma prisão em que ele e os outros apóstolos foram lançados alguns anos antes, e foram resgatados de por um anjo, Atos 5:18 . Ele foi entregue a quatro quatérnios de soldados, isto é, a dezesseis, que deveriam ser um guarda sobre ele, quatro de cada vez, para que ele não fizesse sua fuga, nem fosse resgatado por seus amigos. Assim eles pensaram que o tinham rápido. 5. O desígnio de Herodes foi, depois da Páscoa, trazê-lo ao povo. (1.) Ele faria um espetáculo dele. Provavelmente ele havia matado Tiago em particular, o que o povo tinha reclamado, não porque era uma coisa injusta levar um homem à morte sem lhe dar uma audiência pública, mas porque os privava da satisfação de vê-lo executado e, portanto, Herodes, agora ele conhece suas mentes, irá satisfazê-los com a visão de Pedro em amarras, de Pedro sobre o bloco, para que eles possam alimentar seus olhos com um espetáculo tão agradável. E muito ambicioso, certamente, ele era para agradar as pessoas que estavam dispostas, assim, para agradá-los! (2.) Ele faria isso depois da Páscoa, meta para pascha - depois da Páscoa,certamente assim deve ser lido, pois é a mesma palavra que é sempre assim traduzida e insinuar a introdução de uma festa do evangelho, em vez da Páscoa, quando nada temos no Novo Testamento de tal coisa, é misture o judaísmo com o nosso cristianismo. Herodes não o condenaria até que a Páscoa terminasse, alguns pensam, por medo de que ele tivesse tal interesse entre as pessoas que eles deveriam exigir a libertação dele, de acordo com o costume da festa: ou, depois da pressa do terminava a festa, e a cidade estava vazia, ele os entretinha com o julgamento e execução públicos de Pedro. Assim foi tramado o enredo, e tanto Herodes quanto o povo anseiam por ter a festa terminada, para que possam se gratificar com esse entretenimento bárbaro.

 

Versículos 5-19

Prisão e Libertação de Pedro.

5 Pedro, portanto, foi mantido na prisão; mas a oração foi feita sem cessar da igreja a Deus por ele. 6 E quando Herodes o havia trazido, na mesma noite Pedro estava dormindo entre dois soldados, atados com duas correntes: e os guardas diante da porta guardavam a prisão. 7 E eis que o anjo do Senhor veio sobre ele e uma luz resplandeceu na prisão; e ele feriu a Pedro ao lado, e levantou-o, dizendo: Levanta-te depressa. E suas correntes caíram de suamãos. 8 E o anjo disse-lhe: Cinge-te e calça as tuas sandálias. E assim ele fez. E ele lhe disse: Lança o teu manto ao teu redor, e segue-me. 9 E ele saiu, e seguiu-o e não sabia que era verdade o que era feito pelo anjo, mas pensava que ele tinha uma visão. 10 Quando passaram a primeira e a segunda ala, chegaram à porta de ferro que leva à cidade que se lhes abriu por si mesmos; e saíram, e passaram por uma rua, e logo o anjo se retirou dele. . 11 Pedro então, tornando a si, disse: Agora sei com certeza que o Senhor enviou o seu anjo, e me livrou da mão de Herodes e de toda a expectativa do povo dos judeus. 12 E quando ele considerou a coisa,Ele chegou à casa de Maria, a mãe de João, cujo sobrenome era Marcos, onde muitos estavam reunidos rezando. 13 E quando Pedro bateu à porta do portão, uma moça veio ouvir, chamada Rhoda. 14E quando ela soube da voz de Pedro, ela não abriu a porta para a alegria, mas correu e contou como Pedro estava diante do portão. 15 E disseram-lhe: Estás louco. Mas ela constantemente afirmou que era assim mesmo. Então eles disseram: É o seu anjo. 16 Mas Pedro continuou batendo; e quando abriram a porta,e o viu, eles ficaram surpresos. 17 Mas ele, acenando-lhes com a mão para que se calassem, contou-lhes como o Senhor o tirara da prisão. E ele disse: Ide mostrar estas coisas a Tiago e aos irmãos. E ele partiu e foi para outro lugar. 18 Ora, logo que chegou o dia, não houve grande agitação entre os soldados, o que aconteceu com Pedro. 19 E quando Herodes procurou por ele e não o encontrou, ele examinou os guardas, e ordenou que eles fossem postos à morte. E ele desceu da Judéia a para Cæ sarea, e lá morada.

 

Temos aqui um relato da libertação de Pedro da prisão, pela qual o desígnio de Herodes contra ele foi derrotado, e sua vida preservada para serviço futuro, e uma parada dada a essa torrente sangrenta. Agora,

 

  1. Uma coisa que ampliou sua libertação foi que era uma resposta clara à oração ( Atos 12: 5 Atos 12: 5 ): Pedro foi mantido na prisão com muito cuidado, de modo que era totalmente impossível, seja pela força ou por disfarce, para tirá-lo. Mas a oração foi feita sem cessar a igreja a Deus por ele,Filipenses 2:27 Atos 12:12pois as orações e lágrimas são os braços da igreja com os quais ela luta, não apenas contra seus inimigos, mas por seus amigos: e para esses meios eles recorrem. 1. O atraso do julgamento de Pedro deu-lhes tempo para a oração. É provável que Tiago tenha se apressado tão repentinamente e tão privadamente que não tiveram tempo de orar por ele, pois Deus ordenou que eles não tivessem espaço para orar, quando ele planejou que eles não deveriam ter a coisa pela qual oravam. Tiago deve ser oferecido sobre o sacrifício e serviço de sua fé e, portanto, a oração por ele é contida e evitada, mas Pedro deve ser continuado a eles e, portanto, a oração por ele é despertada, e o tempo é dado a eles por Herodes. fora da acusação. No entanto, ele quis dizer não, nem seu coração pensava assim. 2. Eles eram muito particulares em suas orações por ele, que agradaria a Deus, de uma forma ou de outra, para derrotar o propósito de Herodes e para arrancar o cordeiro das mandíbulas do leão. A morte de Tiago alarmou-os a um fervor maior em sua oração por Pedro, pois, se eles forem quebrados dessa maneira com brecha na brecha, eles temerão que o inimigo faça um fim completo. Estêvão não é, e Tiago não é, e eles também levarão a Pedro? Todas estas coisas são contra eles isso será tristeza sobre a tristeza, Filipenses 2:27. Nota: Embora a morte e os sofrimentos dos ministros de Cristo possam ser grandemente servidos aos interesses do reino de Cristo, ainda assim é dever e preocupação da igreja orar fervorosamente por sua vida, liberdade e tranqüilidade e algumas vezes a Providência ordena que eles são postos em perigo iminente, para suscitar oração por eles. 3. A oração foi feita sem cessar , proseuche ektenes - oração fervorosa. É a palavra que é usada em relação à oração de Cristo em sua agonia mais fervorosa é a fervorosa oração do homem justo, que é eficaz, e vale muito. Alguns pensam que denota a constância e continuação de suas orações, então tomamos isso:Eles oraram sem cessar. Foi uma oração extensa que eles oraram por sua libertação em suas assembléias públicas (privadas, talvez, por medo dos judeus ), então eles foram para casa, e oraram por isso em suas famílias, em seguida, retiraram-se em seus armários, e oraram por isso lá. eles oravam sem cessar: ou primeiro um deles, e depois outro, e depois um terceiro, mantinha um dia de oração, ou melhor, uma noite de oração, por ele, At 12:12 . Note, Tempos de angústia pública e perigo devem ser tempos de oração com a igreja, devemos orar sempre, mas especialmente.

 

  1. Outra coisa que ampliou sua libertação foi que quando o mandamento e decreto do rei se aproximavam para ser posto em execução, então sua libertação foi feita, como Ester 9: 1,2 . Vamos observar quando sua libertação chegou. 1. Foi na mesma noite que Herodes tentou trazê-lo adiante, o que o tornou o maior consolo para seus amigos e a confusão para seus inimigos. É provável que alguns que tivessem interesse em Herodes, ou aqueles que o cercavam, estivessem aperfeiçoando-o para obter uma quitação por Pedro, mas em vão Herodes resolveu que ele morreria. E agora eles se desesperam de prevalecer desta maneira, pois amanhã é o dia estabelecido para a sua apresentaçãoEster 9: 1 , 2 Deuteronômio 32:36 Mateus 27:65 Salmo 126: 1e é provável que eles façam um trabalho tão rápido com ele quanto com seu Mestre e agora Deus abriu uma porta de fuga para ele. Note que o tempo de Deus para ajudar é quando as coisas são levadas à última extremidade, quando não há ninguém calado, nem deixado ( Deuteronômio 32:36 ), e por esta razão tem sido dito: "Quanto pior, melhor". Quando Isaque estiver amarrado sobre o altar ea faca na mão, ea mão estendida para matá - lo, então Jeová - jire, o Senhor providenciará. 2. Foi quando ele foi rapidamente amarrado com duas correntes, entre dois soldados, de modo que, se ele se oferecer para mexer, ele os acorda e, além disso, embora as portas da prisão, sem dúvida, estivessem trancadas e trancadas, ainda, para ter certeza trabalho, os guardiões antes da porta manteve a prisão, que ninguém poderia tentar salvá-lo. Nunca a arte do homem poderia fazer mais para proteger um prisioneiro. Herodes, sem dúvida, disse, como Pilatos ( Mateus 27:65 ), torná-lo o mais seguro possível. Quando os homens pensarem ser muito difíceis para Deus, Deus fará parecer que é muito difícil para eles. 3. Foi quando ele estava dormindo entre os soldados,adormecido (1.) Não aterrorizado com o perigo, embora fosse muito iminente, e não havia nenhum caminho visível para sua fuga. Havia apenas um passo entre ele e a morte, e mesmo assim ele podia se deitar em paz, e dormir - dormir no meio de seus inimigos - dormir quando, pode ser, eles estavam acordados, tendo uma boa causa que ele sofreu por, e uma boa consciência que ele sofreu com, e estar certo de que Deus iria emitir o seu julgamento dessa forma que deveria ser mais para a sua glória. Tendo cometido a sua causa àquele que julga justamente, sua alma permanece à vontadee mesmo na prisão, entre dois soldados, Deus lhe dá sono, como ele faz com seu amado. (2.) Não esperando sua libertação. Ele não ficou acordado, olhando para a mão direita ou para a esquerda, em busca de alívio, mas dormiu e ficou perfeitamente surpreso com sua libertação. Assim a igreja ( Salmos 126: 1 ): Nós éramos como aqueles que sonham.

 

III Ele também ampliou muito a sua libertação de que um anjo foi enviado do céu de propósito para resgatá-lo, o que tornou sua fuga praticável e justificável. Este anjo trouxe-lhe uma descarga legal, e permitiu-lhe fazer uso dela.

 

  1. O anjo do Senhor veio sobre ele epeste - ficou sobre ele. Ele parecia como alguém abandonado pelos homens, mas não esquecido do seu Deus O Senhor pensa nele. Portões e guardas mantiveram todos os seus amigos dele, mas não puderam manter os anjos de Deus dele; e eles invisivelmente acamparam em torno daqueles que temem a Deus, para livrá-los ( Salmo 34: 7 Salmo 34: 7 ), e portanto não precisam temer, embora uma multidão de inimigos acampam contra eles, Salmos 27: 3 . Onde quer que o povo de Deus esteja, e por mais cercado que seja, eles têm um caminho aberto para o céu, e nada pode interceptar seu relacionamento com Deus.Salmo 27: 3

 

  1. Uma luz brilhou na prisão. Embora seja um lugar escuro, e à noite, Pedro verá seu caminho claro. Alguns observam que não encontramos no Antigo Testamento que onde os anjos aparecessem, a luz brilhava ao redor deles, pois essa era uma dispensação sombria, e a glória dos anjos era então velada. Mas no Novo Testamento, quando é feita menção do aparecimento dos anjos, é notada a luz em que eles apareceram, pois é pelo evangelho que o mundo superior é trazido à luz. Os soldados a quem Pedro estava acorrentado foram levados a um profundo sono para o presente (como Saul e seus soldados estavam quando Davi tirou sua lança e o barco de água), ou, se eles estavam acordados, a aparência do anjo os fez paraagite-se e torne-se como homens mortos, como foi com a guarda colocada no sepulcro de Cristo.

 

  1. O anjo acordou Pedro, dando-lhe um golpe no seu lado, um toque suave, o suficiente para acordá-lo do sono, embora tão rápido que a luz que brilhou sobre ele não o despertou. Quando as pessoas boas dormem em um tempo de perigo, e não são despertadas pela luz da palavra, e as descobertas que elas lhes dão, esperem que sejam feridas de lado por alguma aflição aguda, sejam melhor levantadas do que adormecidas. A linguagem deste golpe foi: Levante-se rapidamente, não como se o anjo temesse ficar aquém por sua demora, mas Pedro não deve se entregar a isso. Quando Davi ouve o som da ida das copas das amoreiras, então ele deve se levantar rapidamente e se reerguer.

 

  1. Suas correntes caíram de suas mãos. Parece que eles o algemaram, para ter certeza, mas Deus soltou suas algemas e, se elas caíram de suas mãos, é como se ele tivesse a força de Sansão para quebrá-las como fios de reboque. A tradição faz uma poderosa investida contra essas correntes e conta uma história formal de que um dos soldados as guardou para uma relíquia sagrada, e elas foram, muito depois, apresentadas a Eudoxia, a imperatriz, e não sei que milagres foram feitos por eles e a igreja romana mantém uma festa no primeiro dia de agosto anualmente em memória das correntes de Pedro, festum vinculorum Petri - A festa das cadeias de Pedroenquanto isso foi na páscoa. Com certeza, eles gostam das correntes de Pedro na esperança de escravizar o mundo!

 

  1. Ele foi ordenado a vestir-se imediatamente, e seguir o anjo e ele fez isso, Atos 12: 8,9 . Quando Pedro estava acordado, ele não sabia o que fazer, mas como o anjo o orientou. (1) Ele deve cingir-se para aqueles que dormem em suas roupas sem serem engatados, de modo que eles não tinham nada para fazer, quando se levantaram, mas para prender seus cintos. (2) Ele deve amarrar suas sandálias, para que ele possa estar apto a andar. Aqueles cujos laços são soltos pelo poder da graça divina devem ter seus pés calçados com a preparação do evangelho da paz. (3) Ele deve lançar suas vestes sobre ele,Atos 12: 8 , 9 Salmo 126: 1e saia como ele era, e siga o anjo e ele poderia ir com muita coragem e alegria que tinha um mensageiro do céu para seu guia e guarda. Ele saiu e o seguiu. Aqueles que são libertos de uma prisão espiritual devem seguir seu libertador, quando Israel, quando saíram da casa da servidão, saíram, não sabendo para onde foram, mas a quem seguiram. Agora é dito, quando Pedro saiu atrás do anjo, ele não sabia que era verdade o que era feito pelo anjo, que era realmente uma questão de fato, mas pensava que ele tinha uma visãoe, se o fez, não foi o primeiro que viu: mas com isso parece que uma visão celestial era tão clara e carregava tantas evidências junto com ela, que era difícil distinguir entre o que era feito. na verdade e o que foi feito na visão. Quando o Senhor trouxe de volta o cativeiro de seu povo, éramos como aqueles que sonham, Salmos 126: 1 . Peter estava tão achando que a notícia era boa demais para ser verdade.

 

  1. Ele foi levado em segurança pelo anjo fora de perigo, Atos 12:10 Atos 12:10 . Guardas eram mantidas em um passo e em outro, para onde deviam passar quando saíam da prisão, e o faziam sem qualquer oposição, por nada que aparecesse, sem qualquer descoberta: ou seus olhos estavam fechados ou as mãos deles estavam amarradas, ou o coração delas falhava, por isso o anjo e Pedro passavam em segurança pela primeira e segunda ala. Aqueles vigias representavam os vigias da igreja judaica, sobre quem Deus derramou um espírito de sono, olhos que não deveriam ver e ouvidos que não deveriam ouvir, Romanos 11: 8 . Seus vigias são cegos, dormindo, deitados e amando dormir.Romanos 11: 8 Isaías 45: 1 , 2 Zacarias 9:11 Mas ainda há um portão de ferro, afinal, que os deterá e, se os guardas puderem se recuperar, ali poderão recuperar seus prisioneiros, como o faraó esperava retomar Israel no Mar Vermelho. No entanto, até aquele portão eles marcham e, como o Mar Vermelho antes de Israel, eles se abriram para eles. Eles nem sequer lhe deram uma mão, mas abriam espontaneamente, por um poder invisível, e assim se cumpriram na carta o que foi figuradamente prometido a Ciro ( Isaías 45: 1,2 ): eu abrirei antes ele os portões de duas folhas, despedaçará as portas de latão e cortará em pedaços as barras de ferro.E provavelmente o portão de ferro se fechou novamente, para que nenhum dos guardas pudesse perseguir Pedro. Note, Quando Deus vai operar a salvação para o seu povo, nenhuma dificuldade em seu caminho é insuperável, mas até mesmo portas de ferro são feitas para se abrirem por conta própria. Este portão de ferro levou-o para a cidade para fora do castelo ou da torre, seja dentro ou fora dos portões da cidade, não é certo, de modo que, quando passaram por isso, entraram na rua. Esta libertação de Pedro representa para nós a nossa redenção por Cristo, a qual é freqüentemente mencionada como o estabelecimento de prisioneiros livres, não apenas a proclamação da liberdade aos cativos, mas a sua expulsão da prisão. A aplicação da redenção na conversão de almas é a enviando dos presos, pelo sangue do pacto, da cova em que não há água, Zacarias 9:11 . A graça de Deus, como este anjo do Senhor, traz a luz primeiro para a prisão, pela abertura do entendimento, fere o pecador adormecido ao lado pelo despertar da consciência, faz com que as cadeias caiam das mãos por a renovação da vontade e, em seguida, dá a palavra de comando, Cinge-te e segue-me. Dificuldades devem ser passadas, e a oposição de Satanás e seus instrumentos, uma primeira e segunda ala, uma geração desfavorável, da qual estamos preocupados em salvar a nós mesmos e seremos salvos pela graça de Deus, se nos colocarmos abaixo a conduta divina. E finalmente o portão de ferro se abrirá para nós, para entrar na Nova Jerusalém, onde estaremos perfeitamente livres de todas as marcas de nosso cativeiro e levados para a liberdade gloriosa dos filhos de Deus.

 

  1. Quando isto foi feito, o anjo partiu-se dele e deixou-o para si. Ele estava fora de perigo de seus inimigos e não precisava de guarda. Ele sabia onde estava e como descobrir seus amigos, e não precisava de guia, e, portanto, sua guarda e guia celestiais o despedem. Note que os milagres não são esperados quando meios comuns são usados. Quando Pedro não tem mais alvos para passar, nem portões de ferro para atravessar, ele precisa apenas do ministério invisível ordinário dos anjos, que se acampam ao redor daqueles que temem a Deus e os libertam.

 

  1. Tendo visto como sua libertação foi ampliada, somos os próximos a ver como isso se manifestou tanto para si mesmo quanto para os outros, e como, sendo feito grande, foi dado a conhecer. Nós somos aqui contados,

 

  1. Como Pedro veio a si mesmo, e assim chegou ao conhecimento disto, Atos 12:11Atos 12:11 . Tantas coisas estranhas e surpreendentes se juntando em um homem que acabou de acordar o colocaram no presente em alguma confusão para que ele não soubesse onde ele estava, nem o que ele fez, nem se era fantasia ou fato, mas por fim Pedro veio para si mesmo, estava completamente acordado, e descobriu que não era um sonho, mas uma coisa real: " Agora eu sei de uma certeza, agora eu sei alethos - verdadeiramente, agora eu sei que é verdade, e não uma ilusão de Agora estou bem satisfeito com o fato de que o Senhor Jesus enviou seu anjo, pois os anjos estão sujeitos a ele e vão em suas incumbências, e por elelivrou-me das mãos de Herodes, que pensou ter-me jejuado, e por isso desapontou toda a expectativa do povo dos judeus, que duvidavam de não ver Pedro cortado no dia seguinte, e esperavam que fosse o único pescoço. do cristianismo, em que tudo seria desferido de uma só vez. "Por esta razão, foi uma causa de grande expectativa, entre não apenas as pessoas comuns, mas o grande povo dos judeus. Peter, quando ele se lembrou, percebeu de uma verdadeque grandes coisas Deus havia feito por ele, que a princípio ele não podia acreditar de alegria. Assim, as almas que são libertadas de um cativeiro espiritual não estão a princípio conscientes do que Deus operou nelas. Muitos têm a verdade da graça que querem a evidência disso. Eles estão questionando se realmente houve essa mudança neles, ou se eles não foram tudo isso em um sonho. Mas quando o Consolador vier, a quem o Pai enviará, mais cedo ou mais tarde, ele os fará saber com certeza o que uma mudança abençoada é feita neles, e em que estado de felicidade eles são trazidos.

 

  1. Como Pedro veio a seus amigos e trouxe o conhecimento disso para eles. Aqui está uma conta particular disso, e é muito interessante.

 

(1) Ele considerou a coisa ( Atos 12:12Atos 12:12 ), considerado quão iminente era o perigo dele, quão grande era sua libertação e agora o que ele tem que fazer? Que melhoria ele deve fazer dessa libertação? O que ele deve fazer a seguir? A providência de Deus deixa espaço para o uso de nossa prudência e, embora ele tenha se comprometido a realizar e aperfeiçoar o que começou, ainda assim espera que consideremos a coisa.

 

(2) Ele foi diretamente para a casa de um amigo, que, é provável, estava perto do lugar onde ele estava era a casa de Maria, uma irmã de Barnabé, e mãe de João Marcos, cuja casa, deveria parecer era freqüentemente usada para a reunião privada dos discípulos, porque era obscura, ou porque era mais avançada do que os outros para lhes abrir as portas e, sem dúvida, era como a casa de Obededom, abençoada. pelo amor da arca. Uma igreja na casa faz com que seja um pequeno santuário.

 

(3) Lá ele encontrou muitos que estavam reunidos orando, no tempo da noite, orando por Pedro, que era o próximo dia para vir em seu julgamento, que Deus descobriria de algum modo ou outro para sua libertação. Observe, [1] Eles continuaram em oração, em sinal de sua importunação, eles não pensaram o suficiente uma vez para apresentar seu caso a Deus, mas eles fizeram isto repetidas vezes. Assim, os homens devem sempre orar e não desmaiar.Enquanto continuarmos à espera de uma misericórdia, devemos continuar orando por ela. [2] Deve parecer que agora, quando o caso chegou perto de uma crise, e no dia seguinte foi fixado para a determinação dele, eles estavam mais fervorosos na oração do que antes e foi um bom sinal de que Deus pretendia entregar Pedro, quando ele assim despertou um espírito de oração por sua libertação, pois ele nunca disse à descendência de Jacó, Buscai meu rosto em vão. [3] Eles se reuniram para orar nesta ocasião, embora isso os tornasse desagradáveis ​​ao governo se eles fossem descobertos, mas eles sabem que encorajamento Cristo deu à oração conjunta, Mateus 18: 19,20 . E sempre foi a prática do povo de oração de Deus unir suas forças na oração, como 2 Crônicas 20: 4Mateus 18:19 , 20 2 Crônicas 20: 4 ; Ester 4:16 Ester 4:16. [4] Eles foram muitos que se reuniram para este trabalho, tantos quantos o quarto poderia realizar e o primeiro orou, e depois outro, daqueles que se entregaram à palavra e oração, o restante se juntou a eles ou, se não tivessem ministros entre eles, sem dúvida, mas havia muitos cristãos particulares que sabiam orar e orar com pertinência, e continuar a orar muito quando as afeições dos que se uniam eram tão agitados a ponto de acompanhá-los. tal ocasião. Isso foi durante a noite, quando os outros dormiam, o que foi um exemplo tanto de sua prudência quanto de seu zelo. Note que é bom que os cristãos tenham reuniões privadas para a oração, especialmente em tempos de aflição, e não deixem cair nem abandonem tais assembleias. [5] Pedro veio a eles quando eles estavam assim empregados, que foi uma resposta imediata imediata à sua oração. Era como se Deus dissesse: "Você está orando para que Pedro seja restaurado para você agora, aqui está ele". Isaías 65:24 Daniel 9:20 , 21Enquanto eles ainda estiverem falando, eu ouvirei Isaías 65:24 . Assim, o anjo foi enviado com uma resposta de paz para a oração de Daniel, enquanto ele estava orando, Daniel 9: 20,21 . Peça e será dado.

 

(4.) Ele bateu no portão, e teve muito barulho para levá-los a deixá-lo entrar ( Atos 12: 13-16 Atos 12: 13-16 ): Pedro bateu na porta do portão, projetando por ele para despertá-los fora de seu sono, e, por tudo que aparece, não sabendo que ele os perturbou em suas devoções. No entanto, se seus amigos pudessem falar com ele em particular na prisão, é possível que ele soubesse dessa nomeação, e foi isso que ele lembrou e considerou quando decidiu ir a essa casa, onde sabia que deveria Encontre muitos de seus amigos juntos. Agora, quando ele bateu lá, [1]. Uma donzela veio para ouvirAtos 12:15 Lucas 7:24 , 27 Lucas 9:52Não abrir a porta até saber quem estava ali, um amigo ou um inimigo, e qual era o negócio deles, temendo informantes. Se esta donzela era da família ou da igreja, se um servo ou uma filha, não parece, deve ser nomeada por ela, que ela era digna de nota entre os cristãos, e mais zelosamente afetada pela melhor parte. do que a maior parte de sua idade. [2] Ela conhecia a voz de Pedro, muitas vezes ouvindo-o orar e pregar e discursar com grande prazer. Mas, em vez de deixá-lo sair imediatamente do frio, ela não abriu o portão para a alegria. Assim, às vezes, em um transporte de carinho para nossos amigos, fazemos o que é cruel. Em um êxtase de alegria, ela se esquece e não abre o portão. [3] Ela correu, e provavelmente foi até um quarto superior onde eles estavam juntos, e disse a eles que Pedro estava certamente no portão, embora ela não tivesse coragem suficiente para abrir o portão, por medo de que ela fosse enganada, e deveria ser o inimigo. Mas, quando ela falou que Pedro estava lá, eles disseram: " Tu és louco , é impossível que seja ele, porque ele está na prisão". Às vezes, o que mais sinceramente desejamos é que acreditemos muito mais porque temos medo de nos impor, como os discípulos que, quando Cristo ressuscitou, não criam alegria. No entanto, ela concordou que era ele. Então eles disseram: É o seu anjo, Atos 12:15 . Primeiro, "é um mensageirodele, que faz uso de seu nome "assim alguns tomam angelos muitas vezes significa não mais do que um mensageiro. Ele é usado dos mensageiros de João ( Lucas 7: 24,27 ), de Cristo, Lucas 9:52 . Quando a donzela foi confiante de que era Pedro, porque ela conhecia a voz dele, achavam que era porque aquele que estava à porta se chamava Pedro e, portanto, oferecia essa solução da dificuldade: "É uma que vem com uma mensagem dele, e tu não se enganou como se tivesse sido ele mesmo. "O Dr. Hammond acha que é a maneira mais fácil de compreendê-lo. Segundo, " É seu anjo da guarda, ou algum outro anjo que assumiu sua forma e voz, e permanece no portão em sua semelhança. "Alguns pensam que supunham que seu anjo aparecesse como um presságio de sua morte se aproximando e isso concorda com a noção que o vulgar tem, que às vezes, antes de as pessoas morrerem, sua ala foi vista, isto é, algum espírito exatamente à sua semelhança de semblante e vestuário, quando eles mesmos estiveram ao mesmo tempo em algum outro lugar que eles chamam de ala,isto é, seu anjo, que é sua guarda. Em caso afirmativo, concluíram que isso era um mau presságio, que suas orações foram negadas e que a linguagem da aparição era: "Basta você, Peter precisa morrer, não diga mais nada sobre isso". E, se assim o entendermos, isso só prova que eles tiveram então tal opinião sobre a ala de um homemsendo visto um pouco antes de sua morte, mas não prova que existe tal coisa. Outros pensam que eles levaram isto para ser um anjo do céu, enviado para lhes conceder uma bolsa para suas orações. Mas por que eles deveriam imaginar aquele anjo para assumir a voz e a forma de Pedro, quando não encontramos nada parecido na aparência de anjos? Talvez eles aqui falassem a língua dos judeus, que tinham um conceito de que todo homem bom tem um anjo tutelar em particular, que tem o encargo dele, e às vezes o personifica. O pagão chamou-lhe um bom gênio, que atendia a um homem, mas, como nenhuma outra escritura fala de tal coisa, só isso é fraco demais para suportar o peso de tal doutrina. Temos certeza de que os anjos são espíritos ministradores para o bem deos herdeiros da salvação, que eles têm uma carga sobre eles, e armar suas barracas em torno deles e não precisamos ser solícitos que cada santo em particular deve ter seu anjo da guarda, quando estamos certos de que ele tem uma guarda de anjos.

 

(5.) Por fim, eles o deixam entrar ( Atos 12:16Atos 12:16 ): Ele continuou batendo, embora eles demorassem a se abrir para ele, e finalmente eles o admitiram. O portão de ferro que se opunha a seu alargamento se abriu sem sequer uma vez bater nele, mas a porta da casa de seu amigo que deveria recebê-lo não se abre por conta própria, mas deve ser batida durante muito tempo a fim de que Pedro deve ser inchado com as honras que o anjo lhe fez, ele encontra com essa mortificação, por uma aparente ligeira que seus amigos colocaram sobre ele. Mas, quando o viram, ficaram atônitos, estavam cheios de admiração e alegria nele, tanto quanto estavam, mas agora com tristeza e medo a respeito dele. Foi surpreendente e agradável para eles no mais alto grau.

 

(6) Peter deu-lhes um relato de sua libertação. Quando ele veio para a companhia que estava reunida com tanto zelo para orar por ele, eles se reuniram sobre ele com não menos zelo para parabenizá-lo por sua libertação e aqui eles eram tão barulhentos que quando o próprio Pedro implorou que eles considerassem o perigo que ele Ainda estava dentro, se eles deveriam ser ouvidos, ele não poderia fazê-los ouvi-lo, mas foi forçado a acenar para eles com a mão para manter a paz, e teve muito barulho, portanto, para comandar o silêncio, enquanto ele declarou a eles como o Senhor Jesus, por um anjo, o tirou da prisãoe é muito provável, tendo-os encontrado orando por sua libertação, ele não se separou deles até que ele e eles tivessem solenemente dado graças a Deus por sua ampliação ou, se ele não pudesse ficar para fazê-lo, é provável que eles fossem sérios. juntos para fazê-lo para o que é ganho pela oração deve ser usado com louvor e Deus deve sempre ter a glória daquilo que temos o conforto de. Quando Davi declara o que Deus fez por sua alma, ele abençoa a Deus que não rejeitou sua oração, Salmos 66: 16,20 .Salmo 66:16 , 20

 

(7) Pedro enviou a conta a outros de seus amigos: " Vá, mostre essas coisas a Tiago, e aos irmãos com ele,que talvez tenham se encontrado juntos em outro lugar ao mesmo tempo, na mesma missão ao trono da graça, que é uma maneira de manter a comunhão dos santos e lutar com Deus em oração - agindo em concerto, embora a distância como Ester e Mordecai. Ele queria que Tiago e sua companhia soubessem de sua libertação, não apenas para aliviarem sua dor e libertarem-se de seus medos concernentes a Pedro, mas para que pudessem retornar graças a Deus com ele e por ele. Observe, Embora Herodes tivesse matado um Tiago com a espada, mas aqui estava outro Tiago, e que também em Jerusalém, que se levantava em seu quarto para presidir entre os irmãos ali, quando Deus tem trabalho a fazer, ele nunca desejará instrumentos. para fazer isso.

 

(8) Pedro não tinha mais nada a fazer para o presente do que mudar para sua própria segurança, o que ele fez de acordo: Ele partiu e entrou em outro lugar mais obscuro e , portanto, mais seguro. Conhecia muito bem a cidade e sabia onde encontrar um lugar que lhe servisse de abrigo. Note que até mesmo a lei cristã de abnegação e sofrimento por Cristo não anulou e revogou a lei natural da autopreservação, e cuidou de nossa própria segurança, na medida em que Deus dá a oportunidade de provê-la por meios legítimos.

 

  1. Tendo visto o triunfo dos amigos de Pedro em seu livramento, vamos observar a confusão de seus inimigos em seguida, que foi tanto maior porque a expectativa das pessoas foi tão elevada quanto a sua morte. 1. Os guardas estavam em sua máxima consternação, pois sabiam quão altamente penais era para eles deixar escapar um prisioneiro do qual eles tinham sido encarregados ( Atos 12:18 Atos 12:18 ): Assim que era dia, e eles encontraram o prisioneiro se foi, não houve pequena agitação ou contenda, como alguns o leram, entre os soldados, o que havia acontecido com PedroAtos 12:19 Jeremias 36:26 1 Reis 20:39 Atos 16:24ele se foi e ninguém sabe como ou qual caminho. Eles se achavam tão seguros quanto possível dele, mas na noite passada, mas agora o pássaro está voando, e eles não podem ouvir nenhum conto ou notícia dele. Isso os coloca juntos pelos ouvidos e diz: "Foi sua culpa", o outro, "Não, mas era seu", não tendo outro jeito de se limpar, mas acusando um ao outro. Com a gente, se apenas um prisioneiro para escapar da dívida, o xerife deve responder pela dívida. Assim, os perseguidores do evangelho de Cristo têm sido muitas vezes cheios de aflição para ver a sua causa vencedora, apesar da oposição que deram a ela. 2. As casas foram procuradas em vão pelo prisioneiro resgatado ( Atos 12:19 ): Herodes procurou por ele e não o encontrou.Quem pode encontrar quem Deus escondeu? Baruque e Jeremias estão seguros, embora procurados, porque o Senhor os ocultou, Jeremias 36:26 . Em tempos de perigo público, todos os crentes têm Deus como seu esconderijo, o que é um segredo, que o mundo ignorante não pode encontrá-los com tanta força, que o mundo impotente não pode alcançá-los. 3. Os guardas foram considerados para uma fuga permissiva: Herodes examinou os guardas e , achando que não podiam dar conta satisfatória de como Pedro fugiu, ordenou que fossem mortos, de acordo com a lei romana, e que 1 Reis 20:39 , Se por qualquer meio ele está faltando, então a tua vida vai para a sua vida.É provável que esses guardadores tivessem sido mais severos com Pedro do que precisavam (como o carcereiro, Atos 16:24 ), e tivessem sido abusivos para com ele, e para outros que tinham sido seus prisioneiros sobre o mesmo assunto e agora justamente eles são mortos por aquilo que não foi culpa deles, e por ele também que os fez trabalhar para irritar a igreja. Quando os ímpios são assim enlaçados no trabalho de suas próprias mãos, o Senhor é conhecido pelos julgamentos que ele executa. Ou, se eles não tivessem se tornado ofendidos à justiça de Deus, e seria difícil que homens inocentes sofressem assim por aquilo que era puramente o ato de Deus, nós podemos facilmente admitir as conjecturas de alguns, que embora eles fossem comandado para ser morto,para agradar os judeus, que foram tristemente desapontados pela fuga de Pedro, mas eles não foram executados, mas a morte de Herodes, imediatamente depois, impediu-a. 4. O próprio Herodes se retirou: desceu da Judéia para Cesaréia e lá permaneceu. Ele ficou irritado com o coração, como um leão desapontado com sua presa e mais porque ele tanto levantou a expectativa do povo dos judeusA respeito de Pedro, havia dito a eles como ele os gratificaria em breve com a visão da cabeça de Pedro em um carregador, o que os obrigaria tanto quanto João Batista a Herodias, que o deixava envergonhado de ser roubado dessa ostentação e de ver a si mesmo. apesar de sua confiança, incapacitado para tornar suas palavras boas. Isso é uma mortificação tão grande para o seu espírito orgulhoso que ele não pode suportar ficar na Judéia, mas longe ele vai para Cesaréia. Josefo menciona esta vinda de Herodes a Cesaréia, no final do terceiro ano de seu reinado sobre toda a Judéia ( Antiq. 19.363), e diz que ele veio para solenizar as peças que foram mantidas lá, por um vasto concurso de a nobreza e gentry do reino, para a saúde de Cæ sar, e em honra dele.

 

Versículos 20-25

A morte de Herodes

20 E Herodes se desagradou muito a Tiro e a Sidom; mas eles uniram-se a ele e, tendo feito do amigo o camareiro do rei, desejavam a paz porque o país deles era nutrido pela terra do rei . 21 E em um dia determinado, Herodes, vestido de trajes reais, sentou-se em seu trono e fez uma oração a eles. 22E o povo deu um grito, dizendo: É a voz de um deus, e não de um homem. 23 E imediatamente o anjo do Senhor o feriu, porque não deu glória a Deus; e ele foi comido de vermes e entregou o espírito. 24Mas a palavra de Deus cresceu e se multiplicou. 25 E Barnabé e Saul voltaram de Jerusalém, quando haviam cumprido sua ministério, e levou com eles João, cujo sobrenome era Marcos.

 

Nestes versos temos,

 

  1. A morte de Herodes Deus contou com ele, não apenas por ter matado Tiago, mas pelo seu desígnio e esforço para levar Pedro à morte pelos pecadores, será chamado a prestar contas, não apenas pela iniqüidade de seus atos, mas pela maldade de seus esforços. ( Salmo 28: 4Salmo 28: 4 ), pelo mal que fizeram e pelo mal que teriam feito. Foi só um pouquinho que Herodes viveu depois disso. Alguns pecadores com quem Deus trabalha rapidamente. Observar,

 

  1. Como a medida de sua iniqüidade foi preenchida: foi o orgulho que o fez isto é o que geralmente acontece mais imediatamente antes da destruição, e um espírito altivo antes da queda. Nabucodonosor tinha sido um homem muito sanguinário, e um grande perseguidor, mas a palavra que estava na boca do rei quando os juízos de Deus caíram sobre ele, era uma palavra orgulhosa: Não é esta a grande Babilônia que eu construí? Daniel 4: 30,31 . É a glória de Deus olhar para todo aquele que é orgulhoso, e trazê-lo para baixo, Jó 40:12 . A instância disso aqui é muito notável e mostra como Deus resiste aos orgulhosos.Daniel 4:30 , 31 Jó 40:12

 

(1) Os homens de Tiro e Sidom, ao que parece, ofenderam Herodes. Aquelas cidades estavam agora sob o jugo romano, e elas tinham sido culpadas de algumas contravenções pelas quais Herodes altamente se ressentia, e estava decidido a sentir seu ressentimento. Alguma coisa muito pequena serviria a um homem imperioso tão orgulhoso como Herodes era para uma provocação, onde ele estava disposto a escolher uma briga. Ele estava muito descontente com este povo, e eles devem ser feitos para saber que sua ira era como o rugido de um leão, como mensageiros da morte.

 

(2) Os infratores se convenceram, se não que eles tinham errado, mas que era em vão lutar com um adversário tão potente, que, certo ou errado, seria muito difícil para eles, eles se submeteram e estavam dispostos. em quaisquer termos para fazer as pazes com ele. Observe, [1] A razão pela qual eles estavam desejosos de ter o assunto acomodado: Porque o país deles era nutrido pelo país do rei. Tiro e Sídon negociavam cidades, e possuíam pouco terreno, mas sempre recebiam o trigo da terra de Canaã. Judá e Israel negociavam na sua feira, com trigo, mel e azeite, Ezequiel 27:17Ezequiel 27:17. Agora, se Herodes fizesse uma lei para proibir a exportação de milho para Tiro e Sidom (que eles não conheciam senão um homem tão vingativo como ele poderia fazer em breve, não se importando com quantos estavam famintos), seu país seria desfeito era interesse deles continuar com ele. E não é então nossa sabedoria fazer nossa paz com Deus e nos humilhar diante dele, que têm uma dependência muito mais constante e necessária sobre ele do que um país pode ter sobre outro? porque nele vivemos, nos movemos e temos o nosso ser. [2.] O método que eles tomaram para evitar uma ruptura: Eles fizeram de Blastus, o camareiro do rei, seu amigo,provavelmente com subornos e bons presentes, que geralmente é o caminho para os homens fazerem os cortesãos seus amigos. E é o duro destino dos príncipes que eles devem ter não apenas seus negócios, mas também suas afeições, governadas por tais ferramentas mercenárias, mas homens como Herodes, que não serão governados pela razão, deveriam ser tão governados quanto pelo orgulho e pelo orgulho. paixão. Blastus teve o ouvido de Herodes, e tem a arte de apaziguar seus ressentimentos e um tempo é fixado para os embaixadores de Tyre e Sidon virem e fazerem uma submissão pública, implorar o perdão de sua majestade, lançar-se sobre sua clemência, e prometer nunca mais ofender da mesma maneira e aquilo que assim alimentará seu orgulho servirá para esfriar sua paixão.

 

(3) Herodes apareceu com toda a pompa e grandeza que possuía: estava vestido de trajes reais ( Atos 12:21Atos 12:21 ) e estava sentado em seu trono. Josefo relata essa aparência esplêndida que Herodes fez nesta ocasião - Antiq. 19. 344. Ele diz que Herodes, nessa época, usava um manto de tecido de prata, tão ricamente tecido e emoldurado com tal arte que, quando o sol brilhava, refletia a luz com um brilho tão intenso quanto ofuscava os olhos dos espectadores. e impressionou-os. Pessoas tolas valorizam os homens por sua aparência externa e não são melhores aqueles que se valorizam pela estima de tais que a cortejam e se recomendam a ela como Herodes o fez, que pensou em compensar a falta de um coração real com suavestia a vestimenta real e sentava-se em seu trono, como se isso lhe desse o privilégio de pisar sobre ele como seu escabelo.

 

(4) Ele fez um discurso para os homens de Tiro e Sidon, uma oratória de multa, em que, provavelmente, depois de ter agravado sua culpa, e elogiou sua submissão, ele concluiu com a garantia de que ele passaria por sua ofensa e recebê-los em seu favor novamente - orgulhoso o suficiente que ele tinha em seu poder quem ele iria manter vivo, assim como quem ele iria matar e provavelmente ele manteve em suspense quanto ao que seu destino deveria ser, até que ele fez esta oração para eles, que o ato da graça pode vir a eles com a surpresa mais agradável.

 

(5.) As pessoas o aplaudiram, as pessoas que dependiam dele e se beneficiaram de seu favor, deram um grito e foi isso que eles gritaram: É a voz de um deus, e não de um homem, Atos 12:22 Atos 12:22. Deus é grande e bom, e eles pensavam que tal era a grandeza de Herodes em seu traje e trono, e tal a sua bondade em perdoá-los, que ele era digno de ser chamado não menos que um deus e talvez sua fala foi entregue com tal ar majestade, e uma mistura de clemência com isso, como afetou os auditores assim. Ou, pode ser, não foi de qualquer impressão real feita em suas mentes, ou quaisquer pensamentos elevados ou bons que eles realmente tinham concebido dele, mas, quão mal eles pensavam dele, eles foram resolvidos assim para obter o favor com ele, e fortalecer a nova paz entre ele e eles. Assim, os grandes homens são presas fáceis dos bajuladores se lhes prestarem atenção e os encorajarem. Grotius aqui observa que, embora os magistrados sejam chamados de deuses ( Salmo 82: 1Salmos 82: 1), contudo, reis ou monarcas, isto é, pessoas solteiras, não são, para que assim não seja permitido que os gentios dessem honras divinas a seus reis vivos e mortos, como aqui, mas eles são um colégio de senadores, ou um banco de juízes, que são chamados deuses - Em collegio toto senatorum não idem erat periculi itaque eos, não autem reges, invenimus dictos elohim. Aqueles que vivem pelo sentido vilificam a Deus, como se ele fosse totalmente semelhante a eles mesmos, e deificassem os homens, como se fossem deuses tendo suas pessoas em admiração, por causa da vantagem.Isto não é apenas uma grande afronta a Deus, dando aquela glória aos outros que é devida somente a ele, mas um grande prejuízo para aqueles que são assim lisonjeados, pois os faz esquecer de si mesmos, e assim os encher de orgulho que eles são. no maior perigo possível de cair na condenação do diabo.

 

(6) Esses elogios indevidos que ele tomou para si mesmo, agradou-se com eles e se orgulhou deles e este foi seu pecado. Não achamos que ele tenha dado quaisquer ordens particulares a seus confidentes para começar tal grito, ou para colocar essas palavras na boca do povo, nem que ele as tenha agradecido pelo elogio e se comprometido a responder sua opinião sobre ele. Mas sua culpa era que ele não disse nada, não repreendeu suas lisonjas, nem renegou o título que eles lhe deram, nem deu a glória a Deus ( Atos 12:23Atos 12:23 ), mas ele tomou para si mesmo, estava muito disposto a terminar em si mesmo. e que ele deveria ser considerado um deus e ter honras divinas pagas a ele. Si populus vult decipi, decipiatur - se o povo for enganado, deixe-o. E era pior para aquele que era judeu, e professava crer em um só Deus, do que nos imperadores pagãos, que tinham muitos e muitos deuses.

 

  1. Como sua iniqüidade foi punida: Imediatamente ( Atos 12:23Atos 12:23 ) o anjo do Senhor feriu-o (pela ordem de Cristo, pois para ele todo julgamento está cometido), porque ele não deu a glória a Deus (pois Deus é invejoso para sua própria honra, e será glorificado sobre aqueles a quem ele não é glorificado) e ele foi comido de vermes acima do solo, e desistiu do fantasma. Agora ele foi contado com por vexing a igreja de Cristo, matando James, aprisionando Peter, e todos os outros danos que ele tinha feito. Observe na destruição de Herodes,

 

(1) Não era menos do que um anjo que era o agente - o anjo do Senhor, aquele anjo que foi ordenado e comissionado para fazê-lo, ou aquele anjo que costumava ser empregado em obras dessa natureza, o destruidor anjo: ou o anjo, isto é, aquele anjo que libertou Pedro na primeira parte do capítulo - esse anjo feriu Herodes. Para os espíritos ministradores, os ministros são ou de justiça divina ou de misericórdia divina, como Deus tem o prazer de empregá-los. O anjo feriu-o com uma doença dolorosa naquele instante, quando ele estava se pavoneando com os aplausos do povo e adorando sua própria sombra. Assim o rei de Tiro disse em seu orgulho: Eu sou um deus, eu me sento no assento de Deus e coloco seu coração como o coração de Deus, mas ele será um homem, e nenhum Deus, um homem mortal fraco, na mão daquele que o mata ( Ezequiel 28: 2-9Ezequiel 28: 2-9 ), então Herodes aqui. Príncipes poderosos devem saber, não só que Deus é onipotente, mas que os anjos também são maiores em poder e poder do que eles. O anjo o feriu, porque ele não deu a glória a Deus, os anjos estão com inveja da honra de Deus, e assim como sempre eles têm comissão estão prontos para ferir aqueles que usurpam suas prerrogativas, e roubam a Deus de sua honra.

 

(2) Não era mais do que um verme que foi o instrumento da destruição de Herodes: Ele foi comido de vermes, genomenos skolekobrotos - ele se tornou comido de vermes ,por isso deve ser lido podre ele era, e ele se tornou como um pedaço de madeira podre. O corpo na sepultura é destruído por vermes, mas o corpo de Herodes putreficou enquanto ele ainda estava vivo, e gerou os vermes que começaram a se alimentar sobre ele, e assim Antíoco, aquele grande perseguidor, morreu. Veja aqui, [1.] Que corpos vil aqueles que levamos conosco levam consigo as sementes de sua própria dissolução, pela qual logo serão destruídos sempre que Deus fala a palavra. Surpreendentemente descobertas recentes têm sido feitas por microscópios da multidão de vermes que existem em corpos humanos, e o quanto eles contribuem para as doenças deles, o que é uma boa razão pela qual não devemos nos orgulhar de nossos corpos, ou de qualquer de suas realizações, e por que não devemos cuidar de nossos corpos, pois isso é apenas alimentar os vermes, e alimentando-os para os vermes. [2] Veja que criaturas fracas e desprezíveis Deus pode fazer os instrumentos de sua justiça, quando lhe agrada. Faraó é atormentado com piolhos e moscas, Efraim consumido como com uma traça, e Herodes comido com vermes. [3] Veja como Deus se deleita não apenas em derrubar homens orgulhosos, mas em reduzi-los da maneira mais mortificadora, e derrama mais desprezo sobre eles. Herodes não é apenas destruído, mas destruído por vermes, que o orgulho de sua glória pode ser efetivamente manchado. Esta história da morte de Herodes é particularmente relatada por Josefo, um judeu, Veja como Deus se deleita não apenas em derrubar homens orgulhosos, mas em reduzi-los de tal maneira que é mais mortificante, e derrama mais desprezo sobre eles. Herodes não é apenas destruído, mas destruído por vermes, que o orgulho de sua glória pode ser efetivamente manchado. Esta história da morte de Herodes é particularmente relatada por Josefo, um judeu, Veja como Deus se deleita não apenas em derrubar homens orgulhosos, mas em reduzi-los de tal maneira que é mais mortificante, e derrama mais desprezo sobre eles. Herodes não é apenas destruído, mas destruído por vermes, que o orgulho de sua glória pode ser efetivamente manchado. Esta história da morte de Herodes é particularmente relatada por Josefo, um judeu, Antiq.a quem chamaste de deus e, portanto, imortal, deve ser provado homem e mortal. Que sua tortura continuou sem intervalo, ou a menor redução, e então ele morreu no quinquagésimo quarto ano de sua idade, quando ele tinha sido rei por sete anos ".

 

  1. O progresso do evangelho depois disso. 1. A palavra de Deus cresceu e se multiplicou, como a semente semeada, que sobe com grande crescimento, trinta, sessenta e cem vezes, onde quer que o evangelho fosse pregado, multidões o abraçaram e foram acrescentadas à igreja por meio dele, Atos 12:24 Atos 12 : 24. Depois da morte de Tiago, a palavra de Deus cresceu para a igreja, quanto mais se afligia, mais se multiplicava, como Israel no Egito. A coragem e o conforto dos mártires, e a propriedade de Deus, fizeram mais para convidar as pessoas ao cristianismo, do que os seus sofrimentos para dissuadi-los disso. Após a morte de Herodes, a palavra de Deus ganhou terreno. Quando tal perseguidor foi retirado por um terrível julgamento, muitos foram convencidos de que a causa do cristianismo era sem dúvida a causa de Cristo e, portanto, abraçada a ele. 2. Barnabé e Saulo retornaram a Antioquia assim que despacharam os negócios para os quais foram enviados: Quando cumpriram seu ministério,Atos 12:12Pagaram seu dinheiro às pessoas apropriadas, e cuidaram da devida distribuição do mesmo àqueles para quem foi coletado, voltaram de Jerusalém. Embora tivessem muitos amigos lá, no momento seu trabalho estava em Antioquia e onde nosso negócio está lá, devemos estar, e não mais, do que é necessário. Quando um ministro é chamado no exterior, a qualquer serviço, quando ele cumpre o ministério, deve lembrar-se de que tem trabalho a fazer em casa, que o quer lá e o chama para lá. Barnabé e Saulo, quando foram a Antioquia, levaram consigo João, cujo sobrenome era Marcos, na casa de cuja mãe eles tinham aquele encontro de oração que lemos em Atos 12:12.. Ela era irmã de Barnabé. É provável que Barnabé se alojasse ali, e talvez Paulo com ele, enquanto eles estavam em Jerusalém, e foi o que ocasionou a reunião lá naquele tempo (pois onde quer que Paulo estivesse ele teria algum bom trabalho fazendo), e sua intimidade em aquela família, enquanto eles estavam em Jerusalém, ocasionou que levassem um filho daquela família com eles quando voltassem, para serem treinados sob eles e empregados por eles, no serviço do evangelho. Educar os rapazes para o ministério e inseri-los nele é um trabalho muito bom para os ministros mais velhos cuidarem e prestarem bom serviço à nova geração.
  2.  
  3.  WWW.MAURICIOBERWALD.COMUNIDADES.NET